O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), declarou fidelidade ao governo Bolsonaro, na tarde deste sábado (31), em uma publicação nas redes sociais. O comentário ocorreu horas após a emissora televisiva CNN Brasil informar que o general tem sido aconselhado por aliados a renunciar.

“Desde 2018 tenho viajado pelo Brasil e muitas pessoas falam que votaram na chapa JB-Mourão por confiar em mim. Em respeito a essas pessoas e a mim mesmo, pois nunca abandonei uma missão, não importam as intercorrências, sigo neste governo até o fim”, publicou o vice-presidente brasileiro.

De acordo com a CNN Brasil, Mourão foi aconselhado, no início desta semana, por um general da reserva com trânsito no alto comando do Exército, a renunciar ao cargo. O vice-presidente, porém, teria respondido que ainda não é a hora para deixar o governo.

Na última segunda-feira (26), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), indicou o estado da sua relação com o vice-presidente. “O Mourão faz o seu trabalho, tem uma independência muito grande. Por vezes aí atrapalha um pouco a gente, mas o vice é igual cunhado, né. Você casa e tem que aturar o cunhado do teu lado. Você não pode mandar o cunhado embora”, comentou.