A avaliação negativa do governo do presidente Jair Bolsonaro manteve tendência de alta, iniciada em outubro de 2020, e atingiu o maior patamar desde o início do governo. É o que identificou a pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta terça-feira (17). 

 

Segundo o levantamento, os que consideram a gestão ruim ou péssima são 54%, ante 52% na pesquisa divulgada no último mês. Ótimo ou bom são 23% e regular 20%. Não souberam ou não responderam são 2%.

 

 

A desaprovação, por outro lado, se manteve estável: 63%. A porcentagem é a mesma registrada em maio. Os que aprovam são 29% – queda de 2% em relação a maio. Não sabem ou não responderam somam 8%. 

 

 

O levantamento também mensurou mais um eventual embate entre Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição do próximo ano. O petista venceria em todos os cenários (leia mais aqui). 

 

 

Foram realizadas 1.000 entrevistas, de abrangência nacional, de 11 a 14 de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.