Cinco tipos de violência doméstica contra a mulher, previsto na Lei Maria da Penha: Física, Psicológica, Moral, Sexual e Patrimonial.

E todas essas formas de agressão são complexas e perversas, com graves consequências para a mulher. Saímos do mês de Agosto, mês de conscientização ao combate da violência contra a mulher, intitulado como “agosto lilás”, com casos em nossa cidade que nos deixaram estarrecidos com tamanha brutalidade. Dois homicídios contra mulher.

Isso é muito triste, desumano e inadmissível. É uma luta que não parou com a criação da Lei Maria da Penha. É uma luta constante, praticamente diária de conscientização, união de todos os poderes para proteger as mulheres. Sou homem, mais vim de uma mulher maravilhosa que foi minha mãe d. Helena, hoje pertence a Deus.

Divido minha vida a mais de 20 anos ao lado de uma grande mulher, minha esposa Juciara, e somos muito abençoados por Deus.

Isso me torna capaz de redigir esse texto me dirigindo a vc “Homem” que se conscientize e reflita. Vamos unir forças e pedir mais respeito as mulheres. Eu apoio.