Os guaratinguenses Heber Pereira Agra e Leomário Santana dos Santos foram aprovados no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que aconteceu no dia 8 de agosto. Segundo especialistas, essa última edição do exame foi considerado um dos mais difíceis dos últimos 20 anos.


Heber e Leomário foram aprovados de primeira no Exame, que, como todos sabem, é extremamente complicado de ser obter aprovação.

Os dois aprovados tiveram a sua formação escolar (ensino fundamental e médio) na cidade de Guaratinga/BA, o que é motivo de muito orgulho para a população guaratinguense e para os professores que fizeram parte da formação escolar dos mesmos. Já a formação acadêmica dos mesmos se deu na Facisa, que fica no município de Itamaraju/BA, faculdade esta que foi considerada uma das melhores da Bahia.

O recém aprovado e colunista do FURO31, Heber Agra, expressou a sua alegria em ter sido aprovado. “É uma alegria enorme ter sido aprovado no exame da OAB. Foi uma longa jornada até a aprovação, ainda mais pelo fato de que coincidiu a segunda fase da prova e apresentação do TCC na mesma semana. No entanto, com a Graça de Deus e dedicação eu consegui alcançar com êxito os dois objetivos. O apoio familiar e dos amigos guaratinguenses foram cruciais para que eu pudesse concluir os meus objetivos acadêmicos. Há seis anos eu não me imaginaria como um advogado, e agora, depois de passados cinco anos de curso, estou a um passo de me tornar um advogado”, contou Heber.

Ele ainda fez uma promessa aos leitores do site que acompanham seus artigos sobre direito. “Vou voltar a escrever os textos mensais para a coluna; e tem coisa boa vindo por aí”, revelou o colunista.

Para o FURO31, o também aprovado, Leomário Santana falou das dificuldades que teve de enfrentar na busca pelo título de advogado.

“Sinto-me alegre pela aprovação no Exame da OAB, pois sou filho do campo, de pequeno agricultor e sindicalista, que um dia acreditou nos estudos, e mesmo com toda dificuldade de conciliar estudos, família, trabalho e religião, não desisti dos meus objetivos e acabei sendo coroado com esta aprovação. Agradeço primeiramente a Deus, e também aos meus familiares e amigos pela força e incentivo de sempre. Não poderia deixar de agradecer também a Facisa, instituição que me deu todos os suportes que foram essenciais para a minha formação acadêmica”, disse Leomário.

Os recém aprovados salientaram ainda que pretendem montar uma sociedade como advogados após a inscrição no quadro de advogados da OAB, em que irão atuar, entre outras áreas, principalmente em Direito Previdenciário e Direito Tributário.